Procurar na Bubok

Ana Matias

??" Nasceu em 1977 em lisboa. Tendo passado a sua infância entre vindimas no ribatejo de onde os seus pais eram naturais e uma aldeia nos arredores de Sintra onde vivia. Ambos os locais marcaram vigorosamente a sua imaginação sendo que desde muito cedo se fez acompanhar de um caderno medíocre, onde divagava por pequenos contos de fantasia. Descobriu ali a paixão pelo passado ?das coisas?, e tornou-se numa pessoa que vive com base nas emoções e raízes de todos os que a rodeiam.

Profissionalmente, ocupa um cargo?que lhe permite gerir e conhecer varias vertentes humanas.?O que consagra o seu secreto e insaciável desejo de compreender os porquês da mente humana.

? ?Foi mãe aos 26 anos. O nome da sua filha advém da sua avó paterna que não chegou a conhecer. Contudo a admiração que sempre alimentou pela família e pelo próprio pai, fez com que Ana quisesse garantir um laço de continuidade na existência das suas próprias raízes.?

?Sendo uma pessoa orgulhosa, e até numa forma obsessiva crente nos seus próprios valores, dirigiu a sua dedicação á maternidade e á sua vida profissional. Vive numa perspetiva de crescente aprendizagem tendo como referencia varias pessoas que foram passando pelo

seu caminho como meros transeuntes. Muitas delas nunca chegaram a saber os dividendos que Ana tirou das suas breves passagens.

? ?Considera-se uma pessoa de bastidores, Amante de espaços abertos, da humildade e da solidão, refugia-se na ingenuidade e nos seus cadernos onde lhe é permitido divagar pelos conhecimentos que adquire das emoções de quem a rodeia. Os seus contos na grande maioria nunca foram partilhados, no entanto são como histórias sussurradas ao seu ouvido por personagens que a acompanham meses e meses a fio."