Procurar na Bubok

A Origem remota do ser vivente

Disponível em:
Impostos não incluídos
  • Autor: Vítor Centúrio Almeida
  • Estado: Público
  • Nº de páginas: 2
Ver ficha técnica completa

                    A origem remota do ser vivente

 

A vida é um objecto remoto.

Este objecto teve origem no espaço sideral, quando há milhões e milhões de anos antes atingiu este Planeta.

Do brutal impacto entre o objecto vida e o planeta resultou o primeiro sentimento: A perplexidade primária remota.

Quando se instalaram neste planeta todos os seres vivos foram acolhidos e atacados por vírus bons e vírus maus; vírus esses que contribuíram para a sua formação e deformação física e anatómica; deformação e formação física e anatómica última essa que é aquela que actualmente se apresenta à nossa vista, à nossa audição e tacto e ao nosso conhecimento hipotético.

Este primeiro sentimento é assim mesmo a perplexidade original primária remota.

A perplexidade original primária remota dá origem a outros tipos de perplexidade, adquirida pela experiênciação de vivências do ser.

A perplexidade secundária, é um tipo de perplexidade distinto da perplexidade original primária remota. A ligação entre as duas perplexidades é uma matéria desconhecida; ou seja: não se sabe se existe ou se não existe essa ligação; nem se sabe a interferência de uma na outra ao nível do código genético.

 

A perplexidade, teve réplicas futuras, com diferentes níveis de reacção.

Hoje, cada ser vivo, sente a réplica dessa perplexidade, a todo o instante.

A réplica de perplexidade, transformou-se na principal força dos neurónios e fundamental do labor mental.

O labor mental é assim dinamizado pela perplexidade e pela consciência.

...[ler mais]
Não existem comentários sobre este livro Registe-se para comentar este livro