Procurar na Bubok

abreuretto

O holograma

Um holograma gasoso surgiu à frente de Clarice, com diversas palavras dispostas em frases distintas, seguido alternadamente por imagens simbólicas totalmente incompreensíveis. A primeira delas dizia:

"Todo o universo é vivo" "A vida é dependente" "A dependência é cósmica e de transformação" "A transformação é a passagem de um estado para outro" "A passagem é o equilíbrio da desorganização" "A terceira força desorganiza - Pai, filho e Espírito" "O espírito equilibra" "O equilíbrio é ambíguo" "A ambigüidade é par" "A paridade é binária" "O universo permite apenas dois estados" "Não há lugar para o terceiro" "O terceiro desequilibra" "O desequilíbrio transforma" "A transformação gera a passagem" "A passagem é a transformação de um estado para outro" "A vida é cósmica e de transformação" "Todo o universo é vivo" "A vida é indivisível, dependente e perene"

Clarice compreendia que aquelas palavras indicavam um ciclo, talvez vital, de todo Universo, mas ainda não entendia totalmente o verdadeiro significado. Várias projeções foram se intercalando no holograma revelando verdades absolutas, indiscutíveis e óbvias.

O filamento de George por sua vez trafegava à sombra de Clarice que ao senti-lo indagou:

- George, não compreendi ainda, depois da passagem naquele buraco, o sentido daquelas frases.

Explicando

-Sob o ponto de vista da ciência, inicia George, o Universo é um imenso inferno, com enormes explosões nucleares e sempre em mutação. Já no âmbito etéreo da ignorância humana é a casa de repouso de alguns privilegiados. Contudo é a paz absoluta. O processo de absorção e doação de energia que move o universo é extremamente relaxante. Fazer parte da explosão de um núcleo do átomo com vistas ao deslocamento para outras dimensões é inimaginável e incompreensível no portal primal. Não queima, não arde e o silêncio é astronômico. A velocidade é indescritível e o tempo inexistente. O universo está sempre em constante expansão e evolução. Assim como um animal que mata, para transformar massa em energia alimentando sua evolução, o universo,conceitualmente, destrói para construir, transformando com harmonia formas em energia e esta em novas formas.

Clarice registrava cada palavra proferida por George e desta vez disse a ele que achava aquilo um enorme mistério, mas que a sensação, vivida por seu filamento, era idêntica ao que acabara de relatar.

- Esta é a grande ignorância dos humanos, zomba George. A palavra mistério é atribuída sempre que a falta de conhecimento aparece. Muitos tentaram revelar os mistérios de milênios, no entanto, só deixaram mais mistérios nas explanações, lei da transformação. A força do mistério é a terceira no universo. O desejo de encerrá-la é o motor da transformação e do movimento. Sua singularidade está em sempre completar a lacuna deixada pela ignorância. Toda atividade física, mental e intelectual, desenvolvida no portal primal tem como objetivo a resolução dos mistérios. Por mais paradoxal que seja as grandes certezas daquele portal, como o nascimento e a morte, foram também transformadas em mistério. A grande massa do conhecimento humano acumulada desde os primórdios há milhões de anos atrás, é infinitamente pequena e de certa forma com um alto grau de atrofia, se comparada à idade e quantidade dos mistérios. Assim, como o mundo holográfico é indivisível, onde uma pequena fatia contém o todo e se fatiarmos mais, o todo permanece nas fatias e assim sucessivamente e infinitamente, cada descoberta é coroada de novos mistérios, que por sua vez geram outros mistérios e assim sucessivamente. A cadeia dos mistérios tal qual a do conhecimento é transformativa e, portanto evolutiva. É um ciclo sem um início e um fim estabelecidos. O fim da descoberta é o início de um mistério que quando descoberto desencadeia novos

mistérios. Por mais micro ou macro que seja uma análise, outros micros e macros estarão lutando por aparecer no campo das descobertas. Naquele portal o saldo do conhecimento sempre será deficitário. Não há como anular a força motora da mutação. Haverá sempre muitas interrogações para uma única descoberta. Entender a simplicidade desta poderosa força é descobrir o seu valioso papel na evolução do universo.

Bell Y

Bell Y
O holograma Um holograma gasoso surgiu à frente de Clarice, com diversas palavras dispostas em frases distintas, seguido alternadamente por [...]
Ver livro
Outros livros que lhe podem interessar

A livraria Bubok possui mais de 70.000 títulos publicados. Ainda não encontrou o seu? Apresentamos-lhe algumas leituras recomendadas baseando-nos nas opiniões dos leitores que compraram este livro. Não é o que procurava? Descubra toda a nossa selecção na livraria: ebooks, publicações em papel, de
download gratuito, de temáticas especializadas... Felizes leituras!

A Bubok é uma editora que oferece a qualquer autor as ferramentas e serviços necessários para editar as suas obras, publicá-las e vendê-las em mais de sete países, tanto em formato digital como em papel, com tiragens desde um exemplar. Os acordos da Bubok permitem vender este catálogo em centenas de plataformas digitais e livrarias físicas.
Se quer descobrir as possibilidades de edição e publicação para o seu livro, entre em contacto connosco através deste formulário e começamos a trabalhar com o seu projecto.