Procurar na Bubok

ELTON DA FONTOURA

De repente surge aos meus pés, submersos na gélida água à beira mar, uma lendária garrafa de Tequila.

Segundo o estiloso rótulo, ela partiu da região da Ligúria, na comuna italiana. Dentro dela, havia um fragmentado pergaminho, supostamente forjado em pele de cordeiro. A composição da água marinha, a tornou inviolável.

Fui até a pedra da noite e quebrei-a. Enterrei os cacos, sentei-me na areia e li o que parecia um presságio: ?Sonhe em ser Escritor! Ass.: Gênio de Rua?.

?

Desde guri, escrever migalhas de letras em retalhos de papel, foi um hábito sistemático, pois a vida estabelecia prioridades. Compromissos familiares, profissionais e sociais, sempre me afastaram do solitário e comprometido ambiente de um autor literário.

Ao me aposentar, decidi morar sozinho, a três minutos do mar. Da noite para o dia, me senti perfeitamente ambientado à solidão.

E foi neste silencioso balneário, que o filme de letras começou a ser projetado em minha mente investigativa.

Escrever uma resenha de Gênio de Rua é paliativo. Todas as cenas tem uma fundamental relevância no todo da história.

Porém, se faz necessário avultar a sinopse.

?

Kaburé, um balneário projetado ao redor do Farol de Sarita, no ermo e esquecido litoral sul gaúcho.

Uma renomada artista plástica, dona de um Macbook de ouro, suicida-se. O computador some, e apesar de morta, Ketlin, deixa heranças até as últimas páginas. Oto, o Delegado, encontra rastros de raciocínio ao farejar as entranhas da finada herança.

Um dos oito ovos desaparecidos de Fabergé, o Querubim e Carruagem, é encontrado no interior de uma embarcação naufragada. O nativo descobridor o enterrou, não sabendo o que fazer com aquele? tesouro. Esboçou um curioso enigma destinado a sua herdeira, sem prever que em breve, eles se encontrariam em outra dimensão.

Calisto, o protagonista, um ateu não praticante, torna-se o Gênio de Rua, um super-herói incomum. Sua missão? Salvar os sonhos, dispondo de um só poder.

Muda-se para Kaburé. Encanta-se por Briane, mas sua paixão, Quiara, está misteriosamente desaparecida. Quando desvenda o mistério, e vai ao encontro dela, percebe a verdadeira distância.

Surgem do além e aquém, tutores espirituais na estrada de Calisto. o ateu se vê diante do mundo dos mortos.

Na vizinha Estação Ecológica de Taim, Samuel Antony, presidente da S.A. Ltda. e Ketlin, a finada artista, anos atrás, encontraram uma clandestina mina de Nióbio. O Brasil é detentor de 98% deste minério na escala mundial, sendo o único exportador. Mas o crime que ocorre em Minas Gerais, Roraima, Goiás e Amazonas, com a conivência do governo federal, também em Taim é praticado. ?Três atuações femininas, a falecida Ketlin, a Meretriz e Advogada Miandra, e a Médica Maria Gorete, serão fundamentais para intervir e denunciar.

Ainda participam da trama, Pael, o afamado e dissidente pugilista Lobo Marinho e sua esposa Rúbia, uma Bruxa de todos os santos.

Usando uma farda militar, o avoado Sargento Osanha atua ao lado do folclórico e condecorado Delegado Oto Synegal, o descobridor do ?latrocídio?.

No tronco da árvore morta, Solua, o sexagenário caipira, caça corruptos e pesca papinhas, aos olhos do papai do céu.

Há também, a informatizada e excêntrica Edlin, convivendo com a sina de seus ancestrais, afagando em silêncio o amor proibido.

Transportam as mentes heroicas ou medíocres, Cambão o taxista, condutor do bem e do mal, e Afonso, por acaso, o fiel escudeiro.

Por fim, destaca-se o adventício Zabelê, ?ambidestro? jagunço de Samuel.

Perambulam ainda as orientadoras Tauá, Rosa Negra e Canossiana. Mas essas surgem quando menos se espera.

Ao apagar das luzes, entra em cena, Caiane, a universitária, trazendo à tona o passado que supostamente, assentará o conturbado presente.

?Esta síntese não ficará completa se não for mencionado, que além destes personagens, ainda há um grande elenco.

21 de Setembro de 2013
registou-se na Bubok