Calendario 05 / Julho / 2017 Cantidad de comentario Sem comentários

Entrar no mundo da literatura como autor novel sempre foi uma batalha. Depois de anos a escrever um livro, os autores têm que enfrentar-se às sempre prováveis recusas por parte dos editores. Nesse momento, o trabalho corre perigo e o tempo dedicado à escrita parece desperdiçado… Perante este temor, muitos autores optam pela auto-publicação como uma alternativa para divulgar a sua obra. Neste post vamos-lhe falar de 7 autores que se auto-publicaram (e que não imaginava que tivessem escolhido este trajecto).

O estigma negativo da auto-publicação foi desaparecendo gradualmente, apesar de que no inicio “tudo valia, de qualquer forma”. Neste sentido, editoras como a Bubok apresentam-se como aliados do autor para diminuir este problema e ajudar os autores independentes a publicar as suas obras com todas as garantias de qualidade, ao oferecer uma gama de serviços como a edição, o design de capas e apoio promocional.

7 autores famosos que se auto-publicaram

Estes são alguns autores que não sabia que se auto-publicaram:

  1. Beatrix Potter – Peter Rabbit

A historia que todos conhecemos e gostamos teve um inicio complicado. Depois de incontáveis negativas por parte de várias editoras, Potter decidiu gerir a sua carreira por conta própria e aventurou-se no mundo da auto-publicação. Começou com uma pequena tiragem de 250 exemplares e no final de aquele ano já tinha vendido mais de 20 mil. F. Warne & Co, uma editora que previamente se tinha recusado a editar a autora, decidiu então fazê-lo-

  1. Michael J. Sullivan – As revelações de Riyria

Michael J. Sullivan é conhecido pelos seus romances de fantasia épica, sendo que a sua serie As revelações de Riyria a sua obra mais conhecida internacionalmente. As vendas da sua serie dispararam e rapidamente chamou a atenção de várias editoras tradicionais, que lhe fizeram ofertas.

  1. E.L James – As cinquenta sombras de Grey

Inicialmente James lançou a trilogia on-line (conhecida naquela altura como O maestro do universo), como uma fan fiction de Crepúsculo. Quando superou as 37 mil leituras e dezenas de milhares de comentários, James mostrou o seu trabalho a um editor. O livro tornou-se num êxito e a sua autora começou a receber pedidos de Hollywood para adaptá-lo ao cinema.

  1. Carl-Johan Forssén Ehrlin – O Coelho quer adormecer

Este autor sueco publicou um livro com o que esperava ajudar os seus filhos a dormir. Como cientista conductual, incorporou algumas técnicas de reforço positivo para alentar as crianças a adormecerem mais facilmente. O livro teve muito êxito, sendo o primeiro livro auto-publicado no top de vendas da Amazon americana e britânica. Depois do sucesso, o livro foi co-adquirido pela Penguin Random House UK e o departamento infantil da Random House US.

  1. Lisa Geova – Sempre Alice

Poco tempo depois de que Geova auto-publicasse o seu romance, foi reeditada pela Simon & Schuster. Desta forma, o livro foi traduzido a mais de vinte idiomas, esteve no top de vendas do New York Times e adaptou-se ao cinema, sendo que o filme, protagonizado por Julianne Moore, foi premiado pela Academia.

  1. Elena Favilli y Francesca Cavallo – Contos de boas noites para meninas rebeldes

Este livro para crianças, auto-publicado, arrecadou mais de um milhão de dólares graças aos 20 mil patrocinadores conseguidos através de várias campanhas de crowdfunding en Kickstarter e Indiegogo. O seu objectivo: aumentar a representação de livros infantis com protagonistas femininas. Este livro contém numerosas historias de diversas figuras femininas influentes e está escrito como um livro de contos.

  1. Irma Rombauer – A alegria de cozinhar

Rombauer gastou as suas poupanças para auto-editar e imprimir o seu livro de culinária. Cinco anos depois o livro foi comprado pela Bobbs-Merrill Company e vendeu mais de 18 milhões de copias.

Estes são alguns exemplos de autores famosos cujo inicio do seu trajecto esteve associado à auto-publicação. O sucesso é um caminho complicado e nem todos os livros auto-publicados chegam aos milhares de milhões de vendas, como os títulos desta lista. No entanto, qual a probabilidade de triunfar com a sua historia se mantiver guardada?  A auto-publicação pode ser a sua primeira opção. Editoras como a Bubok abriram o caminho a autores aos quais antes parecia impossível publicar: canais de distribuição alternativos, impressão sob demanda, serviços editoriais personalizados…
Simplesmente, a auto-publicação tornou-se em mais uma opção para publicar conteúdo.

Se deseja que o ajudemos a avançar com o seu projecto, entre em contacto connosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

He leído y acepto las políticas de privacidad