Calendario 05 / Dezembro / 2019 Cantidad de comentario Sem comentários

autopublicação Entrar no mundo da literatura como um autor iniciante sempre foi uma luta. Após anos cansativos escrevendo um livro, os autores precisam enfrentar uma possível rejeição por parte dos editores, essencialmente tornando os seus anos um desperdício. À luz desse medo, muitos autores adotam uma alternativa adequada: a autopublicação.

O estigma que a autopublicação já teve, está a ser gradualmente eliminado. A verdade é que a autopublicação realmente produziu alguma literatura de baixa qualidade devido ao fato de que qualquer calibre da escrita pode ser publicado. Com o objetivo de superar esse problema e apoiar escritores independentes, foi que a Bubok surgiu.

 

Oferecendo uma variedade de serviços, como edição, design de capas, suporte promocional e outros, procuramos consciencializar de que a autopublicação pode realmente trazer sucesso.

Aqui estão alguns nomes que fizeram publicação própria e receberam reconhecimento:

1. Beatrix Potter, “Peter Rabbit”

A história que todos conhecemos e amamos teve um começo problemático na sua eventual carreira ilustre. Após inúmeras rejeições de várias editoras, Potter pegou o volante com as próprias mãos e começou a se autopublicar. Ela encomendou 250 cópias e, dentro do ano, tinha já vendido mais de 20,000. Ironicamente, isso a levou a F. Warne & Co, uma editora que anteriormente rejeitava o seu trabalho.

2. Michael J. Sullivan, “Riyria Revelation” (série)

Após 13 romances e mais de cem rejeições de numerosas editoras, Sullivan decidiu mergulhar de cabeça no mundo da autopublicação. As suas vendas para a sua nova série “Riyria Revelation” rapidamente chamam a atenção dos principais editores, que o encheram de ofertas.

3. E. L. James, “Fifty Shades of Grey”

James lançou a trilogia conhecida nos seus estágios iniciais como o “Mestre do Universo”. No início, a autora publicou essa história num site Twilight fan fiction, sob o nome “Snowqueen’s Icedragon”. Quando a ficção começou a exceder 37,000 críticas de leitores e receber comentários, James mostrou o seu trabalho a uma editora. O livro tornou-se um frenesi, e logo James estava a receber pedidos de Hollywood para transformá-lo num filme. Deve-se mencionar que, no processo inicial, James deu o seu trabalho gratuitamente. Isso é algo que todos os escritores são aconselhados a fazer no início. O objetivo, nos estágios iniciais, é construir a sua marca pessoal.

4. Carl-Johan Forssén Ehrlin, “The Rabbit Who Wants to Fall Asleep”

Um autor sueco publicou um livro que esperava que ajudasse os seus filhos a adormecer. Como cientista comportamental, ele incorporou algumas técnicas de reforço positivo para incentivar as crianças a relaxar. O livro foi um enorme sucesso, sendo o primeiro livro autopublicado a liderar as paradas da Amazon no Reino Unido e nos EUA. Após esse enorme sucesso, o livro foi adquirido em conjunto pelos departamentos infantis Penguin Random House UK e Random House US.

5. Lisa Geova, “Still Alice”

Logo após a autopublicação de Geova, o seu romance foi levado e reeditado por Simon & Schuster. Consequentemente, o livro foi traduzido para 20 línguas, ganhando uma posição estabelecida na lista de best-sellers do New York Times. Além disso, foi transformado num filme vencedor do Oscar, estrelado por Julianne Moore.

6. Elena Favilli e Francesca Cavallo, “Histórias de Adormecer para Raparigas Rebeldes” – Autopublicação e arrecadação de dinheiro.

Um livro infantil autopublicado, que arrecadou mais de US $1 milhão de mais de 20,000 apoiadores por meio da sua campanha de pedidos de livros Kickstarter e Indiegogo InDemand. Elas procuram aumentar as vendas de livros infantis que apresentam uma protagonista feminina. Este livro contém inúmeras histórias de várias figuras femininas influentes.

7. Irma Rombauer, “A alegria de cozinhar”

Rombauer gastou quase todo o seu dinheiro em autopublicação e lançamento de um livro de receitas. Cinco anos depois, o livro foi adquirido pela Bobbs-Merrill Company e vendeu mais de 18 milhões de cópias.

 

Autopublicação: 7 incríveis autores que começaram como você
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

He leído y acepto las políticas de privacidad