Tirar o melhor de cada história
Calendario 08 / Novembro / 2013 Cantidad de comentario Sem comentários

Quem escreve escreve para que alguém leia e se possível para que muitos gostem. Mas sabemos que, escrita a história, a ideia de a dar a ler para receber as primeiras críticas é algo que aterroriza muitos escritores. O tempo de espera até receber as primeiras opiniões de quem a leu pode ser sufocante. Mas por mais stressante que seja esta exposição da escrita aos outros a verdade é que a crítica é essencial para um escritor. Destacamos três razões… Ler mais

Está na altura de enfrentar o medo de escrever
Calendario 17 / Outubro / 2013 Cantidad de comentario Sem comentários

A folha em branco pode ser medonha mas há alguns truques para enfrentar o monstro. Criar objectivos e escrever todos os dias. Escrever todos os dias não é fácil. No entanto tem que fazer um esforço para se sentar e preparar-se para escrever no seu projecto todos os dias, fazendo isto já tem parte da batalha ganha, tem de ter disciplina. Para conseguir avançar é necessário escrever até se atingir ou ultrapassar um Objectivo diário pré-estabelecido. O estabelecimento de objectivos diários… Ler mais

O valor do diálogo
Calendario 02 / Outubro / 2013 Cantidad de comentario Sem comentários

Qualquer narrativa que queira cativar e prender a atenção do leitor tem de ter bons diálogos. E nesses diálogos, as falas dos personagens têm de ser capazes de transmitir não só as suas personalidades e pensamentos, como reforçar a importância do momento da narrativa. Para funcionar, o mais importante é que os diálogos sejam naturais e que recriem conversas lógicas, que qualquer pessoa teria se estivesse no lugar dos personagens da história. Um bom truque para o autor perceber se… Ler mais

Uma boa descrição pode transformar uma história
Calendario 17 / Setembro / 2013 Cantidad de comentario Sem comentários

Ao contrário de um filme, quando lemos um livro não podemos ver os cenários, o contexto ou as personagens da história. Interpretamo-las com a nossa imaginação através das descrições do autor. E parte do papel do autor é guiar a imaginação dos leitores, ajudando-os a entrar na sua história, vivendo-a como se o próprio leitor se tratasse de uma personagem do livro. Para isso acontecer, temos de situar cada acção da narrativa e descrever todos os detalhes que possam ajudar… Ler mais

Escrever com todos os sentidos
Calendario 27 / Março / 2013 Cantidad de comentario Sem comentários

Tal como o autor pode ter melhor ou pior olfacto, um paladar treinado pelos melhores restaurantes ou queimado pelo sal das batatas fritas, também as suas personagens podem ser míopes, ou ter a pele demasiado áspera do trabalho para poderem sentir a delicadeza de um tecido. Personagens perfeitas e capazes de tudo não são geralmente muito interessantes.