Calendario 22 / Fevereiro / 2017 Cantidad de comentario 1 Comentario

Alguns contos fizeram história. Não nos deixemos enganar pela sua exensão: estas peças da literatura obrigam a tanto ou mais trabalho que qualquer romance porque a arte dos contos requer muita prática.
De certeza que já conhece alguns autores deste género que tiveram muito sucesso, como Jorge Luis Borges, Anton Tchekhov, Clarice Lispector ou Eça de Queirós. Se quer saber mais sobre o que escreveram e tem vontade de começar a escrever, damos-lhe alguns conselhos.

1. A primeira dica para escrever bons contos é ler os grandes mestres. Já lhe indicamos alguns escritores conhecidos pelos seus contos, mas adicionamos mais alguns à lista: Edgar Allan Poe, Franz Kafka, Nikolai Gogol, William Falukner…
Nutra-se dos seus textos, descubra o que tornava os seus contos em especiais, as diferentes correntes de escrita que seguiram e as suas técnicas.
Como sempre defendemos, é impossível innovar num género ou simplesmente participar nele sem conhecer bem o que existe publicado.

2. Lembre-se: o que dá sentido sentido à literatura não são tanto os seus temas, mas sim a forma como estão escritos. Nos contos isto é ainda mais importante. A limitação de espaço obriga-nos a pensar em diferentes maneiras de passar ao leitor o mesmo conteúdo.
Contar a mesma historia desde diferentes pontos de vista pode ser uma boa forma de praticar.

3. Além disso, realize exercicios de criativade. Frequentemente, os contos implicam concentração de ideias, o que nos leva a procurar soluções para evitar que nos extendamos. Portanto, os exercícios de criatividade podem ajudá-lo a ser mais sintético e a obter contos curtos, concisos e incisivos.
Na Bubok temos alguns recursos criativos, como os prompts de escrita. Tratam-se de ideias rápidas e originais para sentar-se a escrever e sair da sua zona de comfort. Aqui encontrará alguns.
Ponha-se à prova e participe e concursos de contos. Desta forma pode obter algum feedback e sobretudo interagir com outros autores que procuram maneiras de aprender.

5. E para terminar, como dizia Wilde: «Nao existem mais do que duas regras para escrever: ter alguma coisa para dizer e dizê-la». Se lhe apetece iniciar-se neste género, praticar é fundamental para o desnvolvimento da escrita.

Esperamos que este post lhe seja útil. Lembre-se que quando tiver o seu conto pronto, pode publicá-lo grátis connosco. Contacte-nos e saiba como.

Um comentário para “Como escrever contos: 5 conselhos”
  1. Equipa BUBOK.pt
    acompanhantes goiania

    Muito bom,gostei da dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

He leído y acepto las políticas de privacidad