Calendario 17 / Novembro / 2020 Cantidad de comentario Sem comentários

Escrever distopia não é fácil. Criar um universo distinto ao nosso, sem nenhuma incoerência no relato, é um desafio que não muitos conseguem. Por isso, queremos apresentar aqui as autoras e autores com textos selecionados para a nossa futura publicação.

Parabéns e muitos êxitos para vocês no mundo da literatura!

distopiaFilipe Silva Carvalho – Distopia “Cosmética Cósmica”

Nasceu em Lisboa a 09 de Junho de 1981.
É Licenciado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa em 2005 e concluiu a especialização em Psiquiatria em 2012 no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (inicialmente no Hospital Miguel Bombarda e, numa segunda fase, no Hospital Júlio de Matos). Em 2013 iniciou carreira em França, onde exerceu a sua profissão durante 3 anos, trabalhando num serviço de toxicodependências e em serviço de internamento fechado de Psiquiatria, com intervenção semanal no estabelecimento prisional. Regressou a Portugal em 2016, iniciando funções como Psiquiatra no Instituto Português de Oncologia, onde ainda permanece.
Ao longo dos anos praticou judo, equitação e, mais recentemente, piano e mergulho; as suas paixões são as viagens e a natureza.
Na área da literatura cresceu com os contos de Andersen, os Policiais de Agatha Christie, a ficção de Philip K. Dick e as obras de Oscar Wilde. C.S. Lewis, Tolkien e Dumas são também referências para si. Gosta sobretudo de contos, policiais, ficção e terror. É um fã dos filmes de Tim Burton e adaptações das obras de Stephen King.
É casado desde 2014 e tem uma filha.

distopiaFlávia Barbosa – Distopia “Nicolai”

Com 35 anos, Flávia Barbosa é licenciada em Estudos Portugueses – Ramo de Artes e Humanidades, pela Universidade do Minho, e em Ciências da Comunicação pela Universidade Católica Portuguesa. Neste momento é Diretora de Informação da Revista Minha e encontra-se a frequentar o Mestrado em Comunicação Digital. Desde muito cedo começou a escrever, tendo já arrecadado algumas distinções em concursos literários. Ficção Científica e Terror são os seus géneros favoritos. Para 2021 tem como objetivo publicar o seu primeiro livro.

distopiaJoão Odorico – Distopia “EXPERIENTIA”

Usa João Odorico como pseudónimo literário em homenagem aos seus avós.
Nasceu em Lisboa no Verão de 1962. Casado, pai e avô.
Desempenhou funções profissionais nas áreas da Publicidade, Indústria Seguradora, Financeira, Jurídica e Comércio Internacional.
Actualmente desenvolve funções como Consultor Independente.
Desde cedo surgiu o interesse pela Literatura e Pintura que se tornaram um hobby.
Com o passar dos anos, tornou-se mais uma forma de comunicar e transmitir os seus pensamentos e divagações.
Tem vindo a colaborar com algumas revistas e realizado regularmente exposições de pintura.

distopiaJoão Pereira – Distopia “Inválido”

Nascido em Lisboa, é licenciado em Engenharia Electrotécnica e Computadores pelo Instituto Superior Técnico e tem um Doutoramento em neuroimagem pela Universidade de Cambridge. Entre Portugal e o Reino Unido, já foi professor universitário, consultor, investigador, assessor parlamentar e empreendedor. É hoje gestor numa empresa portuguesa de testes genéticos. Encontra sempre tempo para ler de tudo sobre tudo, jogar golfe muito mal e estar com a sua mulher e família.

distopiaAmilcar Torrão Filho – Distopia “Estado de estupor”

Amilcar Torrão Filho é luso-brasileiro, doutor em História e professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Publicou diversos livros e artigos sobre história luso-brasileira e literatura de viagem. Esse é seu segundo conto publicado.

distopiaRicardo Balsinhas – “Distopias As Salvadoras de Anakhod” e “A Prisão da Mente”

Ricardo Balsinhas nasceu em 1998 e cresceu no Alentejo, perto da fronteira com Espanha. Encontra-se neste momento a terminar a licenciatura em Enfermagem e tenta, no pouco tempo livre, passar todas as suas ideias de histórias para o papel. Escreveu inúmeros textos e protótipos de livros que nunca saíram da “gaveta” por não sentir que eram maduros o suficiente. Planeia dedicar mais tempo ao hobbie que tanto adora e, quem sabe, torná-lo em algo mais sério.”

Distopia na Bubok: Conheça as talentosas pessoas que venceram no concursoLuís Oliveira – Distopia “Shadders — O Programa Génesis”

Luís Oliveira é um desenhador gráfico e modelador 3D dedicado à escrita e ao audiovisual desde muito jovem. Em 1996, com 14 anos, a sua paixão pela arte de contar histórias levou-o a escrever pequenos sketches e minisséries humorísticas, e mais tarde a enveredar num projecto mais ambicioso: escrever a sua própria saga de fantasia intitulada Shadders.
Também fascinado pelo cinema, o seu percurso levou-o a, em 2012, e com o auxílio de amigos chegados, fundar um grupo de cinema amador chamado Quimera Produções, que conta já com mais de dez curtas-metragens produzidas. A produção mais relevante deste grupo, que fez transitar para o ecrã um dos personagens da saga Shadders, intitula-se “Mook: A Viagem”, onde o autor desempenhou as funções de argumentista, realizador, editor e artista de efeitos especiais.
Em 2020 criou o projecto Plot Point, um canal dedicado à arte de contar uma boa história, que visa explorar e analisar todos os elementos e estratégias para se desenvolver uma narrativa interessante. Este projecto visa ajudar, e motivar, jovens que desejem começar a escrever, colocando-os em contacto com as melhores práticas narrativas.
Para além do primeiro livro da saga “O Servo das Sombras”, publicado em 2020, o autor também escreveu alguns contos do mesmo universo de fantasia, entre os quais se encontram: O Programa Génesis, que revela aos fãs a origem do mundo Shadder.
O autor está a escrever o segundo livro da saga, e novos contos, bem como a preparar mais algumas surpresas cinematográficas, também relacionadas com o seu universo de fantasia.

distopiaLena C. Matias – Distopia “Por quem bate o teu coração?”

Lena C. Matias é parte do nome de esta autora e é o pseudónimo com o qual assina os seus trabalhos.
Tem 20 anos e é estudante universitária de Lisboa, estando neste momento a acabar uma licenciatura na área da Biologia. Mesmo não tendo nenhum trabalho publicado por alguma editora, faz parte da comunidade de escritores da plataforma online Wattpad, onde publica contos e histórias curtas com o nickname @llamswritter.

 

 

Ficaram curiosos por ler as distopias propostas vencedoras do concurso anual Bubok Portugal?

Começamos com esta edição que sem dúvida vai ser uma das melhores compilações do 2021!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

He leído y acepto las políticas de privacidad