Calendario 19 / Julho / 2018 Cantidad de comentario Sem comentários
Entrevistamos a Flávio Almeida. Autor Bubok de banda desenhada.

Flávio Ameida é o autor de “Um só“. Livro de banda desenhada na Bubok Portugal.

Banda desenhada portuguesa

 Quando começou o seu interesse pela banda desenhada?

O meu interesse pela Banda Desenhada começou cedo, lembro-me que quando saia da escola, ainda na primária, ia para um ATL onde tinham um cantinho de leitura onde me refugiava, com inúmeros livros de BD como Terry Spring, Tex, Conan, Taar, Disney, A Turma da Mónica, etc. E quando ia a caminho de casa passava por uma papelaria, que tinha as BDs logo à porta, juntava as moedas que me iam dando e comprava, a primeira que comprei foi uma do Fantasma.

 

Quando começou a desenhar?

Desde que me lembro que faço os meus desenhos! Mas assim mais a “sério” ainda estava a acabar a primária na Escola. Na altura existia um Concurso de Banda Desenhada das Escolas no qual fui incentivado a participar, e com elogios ao que desenhava nunca mais parei.

Este livro de banda desenhada é estilo manga. Quais são os seus referentes na manga? Porque escolheu este género? Gosta de outros géneros?

Embora o estilo que prefiro seja o “comic”, gosto de abordar e experimentar com todos os estilos. O manga surgiu mais pelo interesse em anime quando era mais jovem, o qual seguia e recriava em desenhos séries como Dragon Ball, Cavaleiros do Zodiaco, Ranma ½ entre outros dos anos 90. Para esta história escolhi este género porque, alem de querer fazer alguma coisa dentro deste traço, creio que é o que mais se adequa às histórias.

 

Autor e livro

 A primeira história é praticamente um poema ilustrado. Gosta da poesia? Fale um bocadinho desta historia. É pessoal? Como surgiu?

Não posso dizer que sou um apreciador de poesia em si, sou um apreciador de arte desenhada e escrita, e principalmente de textos que me digam alguma coisa. Foi por ai que surgiu esta história, desabafei escrevendo que, apesar de tudo, temos de estar bem connosco próprios e seguir em frente acreditando naquilo que somos capazes.

 

Tem mais livros? Está a trabalhar atualmente em algum novo projeto?

Este é o primeiro livro da minha autoria, e acredito que virão mais daqui para a frente, embora tenha participado em outras publicações juntamente com outros artistas. Atualmente tenho um projeto em andamento, «Os Vigilantes». È um web comic num estilo “comic vintage” sobre uma equipa de super-heróis portuguesa que espero levar para o papel num futuro.

 

Como esta o mercado de banda desenhada em Portugal? Há cultura de banda desenhada?

Entrevistamos a Flávio Almeida. Autor Bubok de banda desenhada.

Eu acho que o mercado de banda desenhada em Portugal têm vindo a crescer de ano para ano, não só em quantidade mas também em qualidade. E sem dúvida que à cultura de Banda Desenhada como provam as apostas de editoras maiores em banda desenhada mais especifica como o manga e os comics, e o aparecimento de inúmeras pequenas editoras que vêm apostando nos artistas portugueses. Para não falar dos eventos que cada vez são maiores e melhores. Lembro-me que, à uns anos atrás, a maioria das Bandas Desenhadas que conseguia ter acesso era importada do Brasil. Hoje em dia já temos quase tudo em Português de Portugal e com melhor qualidade de publicação.

 

Obrigada Flávio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

He leído y acepto las políticas de privacidad