Calendario 25 / Junho / 2019 Cantidad de comentario Sem comentários

Raquel Cupertino é uma das promotoras do blog/loja PTAnime. Portanto, estamos ante uma das mulheres portuguesas mais especializadas em cultura oriental, cinema anime japonês e banda desenhada.

Tivemos o prazer de a conhecer há pouco e aqui vai uma completa entrevista para que o público saiba de quem estamos a falar. Obrigada Raquel por tudo!

Raquel Cupertino

Bubok – Quem é a Raquel Cupertino?

Raquel Cupertino– Começamos com uma pergunta bem difícil! Quem sou eu? Humm Assim de um modo geral sou uma jovem de 28 anos. Sou apaixonada por anime, manga, cultura japonesa, kpop, cinema, comics, como se diz em Portugal: uma grande geak!
Há cerca de 6 anos entrei para o projeto ptAnime enquanto redatora e criadora de conteúdo para redes sociais. Atualmente as funções cresceram à medida do projeto. Acabei por participar um pouco em tudo o que esteja relacionado com as minhas paixões.

– Quando e porque começou a sua paixão pelo manga? É um estilo muito residual em Portugal não é?

Não me consigo recordar da data exata em que descobri manga. Sei que quando andava no secundário já li um ou outro manga. Ou seja, já leio há mais de 11 anos. A forma como o descobri é semelhante a muitas outras pessoas amantes de anime: procurava a continuidade de um anime que terminou.
Por detrás de um anime, normalmente, existe um livro em que o mesmo se baseou. Seja ele manga ou light novel. Em sentido lato, manga trata-se de banda desenhada japonesa cujas características dos painéis e design das personagens possuem regras e personalidade próprias. Em Portugal apenas muito recentemente – não chega a 10 anos – é que se começou a ver um ou outro volume de manga em lojas de culto. Mesmo esse sem tradução em português.
É uma forma literária em ascensão, não tenho qualquer dúvida disso. Mas salvo o nicho crescente de amantes de cultura japonesa, penso que a adesão por parte do público, ainda é lenta comparativamente às apostas crescentes das editoras e lojas especializadas.

– Manga ou anime? De qual gosta mais a Raquel Cupertino?

Penso que a resposta mais fidedigna é: depende do meu “mood”! Todavia, se me perguntarem qual deles vejo/leio com mais frequência, a resposta será manga. Infelizmente durante a semana é complicado conseguir ter tempo, meios e espaço para poder assistir a anime de forma descansada. Felizmente atualmente existem plataformas como o Manga Plus da Shueisha que nos permitem acompanhar os nossos mangas de forma gratuita e completamente legal em qualquer lado. Como não há “som” e podemos ler quase que às escondidas – se tiver que ser! – é uma das formas de arte que mais consumo.

– Que recomendações de banda desenhada manga japonesa a Raquel Cupertino tem para nós?

Antes de mais, não considero que tenha lido as melhores obras alguma vez escritas. Há mangas como Fullmetal Alchemist que vi o anime e sei que o manga é todo ele incrível apesar de ter apenas lido o primeiro volume. Mas dentro do género shounen posso adiantar que atualmente Boku no Hero Academia é das melhores obras que se encontram a ser publicadas.  Koe no Katachi foi um manga que me marcou muito pela temática e arte; em termos de romance Dengeki Daisy está entre os meus favoritos; igualmente Mahoutsukai no Yome e Natsume Yuujinchou são das obras de fantasia mais visualmente deslumbrantes que já li!
Bonnouji é daquelas hidden gem que merece ser lida e Umibe no Onnanoko, do grande Inio Asano, é uma verdadeira experiência emocional e psicológica.
Como já deu para perceber não consigo definir um manga preferido, nem mesmo autor. Existe, contudo, um grupo de mangakas cujas obras acompanho religiosamente: as CLAMP. Em
suma, manga possui um leque tão mas tão variado de temas, géneros, demografias, que tudo vai depender da personalidade de cada um e do que vos apetece ler na altura.

– E portugueses?

Não querendo ser injusta, não conheço obras manga publicadas de autores portugueses. Comics conheço, e muito bons! Sei que há comics portugueses fortemente inspirados na cultura manga japonesa, não sei se de facto são mangas ou apenas inspirados em, mas como nunca os li não consigo opinar.

– Qual é a sua opinião de adquirir estilos próprios de outros países? Não seria, de alguma maneira, apropriação cultural?

Quando se gosta de algo e se dá o seu melhor para tentar entrar no estilo que tanto os inspira porque deverá ser errado? Não vejo mal nenhum em manga ocidental. Desde que chamem manga se realmente for manga e comic se se tratar de um comic. A linha é extremamente ténue e acredito que existam poucos especializados em ambas as áreas que consigam discernir com clareza obras cujas inspirações, traços e enredo tenham uma mistura de todas as formas de arte e cultura que envolvem o autor ocidental.
Ainda assim, se for bom, se a paixão se transpor pela escrita, porque não?

Raquel Cupertino Aonime

– Como nasceu a ptAnime?

O Blog ptAnime começou com um grupo de 3 aventureiros, estudantes de Engenharia Informática, em 2011. Lentamente começou a crescer em conteúdo, visitantes e membros! Atualmente orgulhamo-nos de ocupar o 1º lugar enquanto blog de entretenimento pela Blogs Portugal, com quase 8000 seguidores no Facebook e milhares de visualizações diárias no website. Queremos continuar a crescer e evoluir com todos os que nos apoiam e acompanham o nosso trabalho!

– Para onde se dirige este projeto?

Um dos grandes objetivos do ptAnime é se tornar no website referência, em Portugal, de anime, manga e cultura asiática no geral! Somos, sobretudo uma plataforma noticiosa e de conteúdo original e é essa a base que queremos continuar a construir. Queremos ser aquela plataforma que procuram quando têm dúvidas, quando querem sugestões sobre os temas que todos nós amamos!
Se podemos estar envolvidos em outras áreas, só o futuro dirá, mas por agora temos um fantástico concurso em parceria com a Bubok Portugal que espero que seja o início de muitos na temática de manga. Que comecemos a marcar o panorama nacional de manga e impulsionar novos autores para publicarem as suas obras sem medos!

Esperamos que a Raquel Cupertino tenha toda a sorte que merece em conjunto com a equipa da PtAnime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

He leído y acepto las políticas de privacidad