Calendario 09 / Fevereiro / 2018 Cantidad de comentario Sem comentários

 

 

Os tipos de letra, mais conhecidos como tipografias, são um modo de representação gráfica da linguagem por meio de letras pré-fabricadas, de acordo com a denominação de Gerrit Noodzij, especialista nesta arte.

Caso esteja a preparar-se para a publicação de um livro, uma das primeiras decisões a tomar é sobre o tipo de letra que utilizará. E não é uma decisão banal: o tipo de letra determinará o aspecto das páginas do seu livro, a facilidade de leitura, e, portanto, a experiência dos seus leitores.

Neste artigo ajudá-lo-emos por meio da apresentação de várias tipografias adequadas à maquetização do seu livro, de modo a que possa escolher sem o receio de se enganar.

 

Noções básicas sobre tipografia

 

Antes de o apresentar às nossas tipografias favoritas, é importante que fique a conhecer alguns dados gerais, tais como a sua classificação geral e as que deve evitar tanto quanto possível ao maquetizar um livro.

Letras com e sem serifa

 

Pegue no primeiro texto impresso que tiver ao seu alcance e repare nos finais das letras. Vê os pequenos segmentos que são traçados nas extremidades da letra? Chamam-se serifas. A sua função é a de criar uma ligação virtual entre uma letra e a seguinte de modo a proporcionar uma leitura escorreita.

A maioria dos textos impressos utilizam letras com serifas ou serifados. A alternativa são os tipos sem serifa ou sem remate, que não possuem estas terminações. Nesta imagem pode ver a diferença entre ambos:

Tipos de letra

A primeira linha está escrita em Garamond (tipo com serifa) e a segunda em Arial (tipo sem remate). Neste post concentramo-nos nos tipos serifados, uma vez que, como foi mencionado acima, são os mais adequados para textos impressos pela facilidade que conferem à leitura.

 

Letras fantasia

 

Tal como já tinha sido alertado no post respectivo, não é conveniente que caia na tentação de eleger as letras fantasia. Podem parecer agradáveis à vista, mas tornam-se ilegíveis. Não são apenas palavras soltas, são textos inteiros impressos dessa forma! Temos a certeza que nenhum leitor, por mais empenhado que fosse, conseguiria manter-se mais de três minutos seguidos concentrado na sua leitura.

Se realmente insiste em usá-las porque pensa que podem conferir uma nota de diferença ao livro, reserve-as para os títulos dos capítulos.

Tipos de letra

 

Como se verifica por aqui, parágrafos inteiros com estes tipos de letra são capazes de acabar com a paciência da maioria das pessoas.

4 tipos de letra para o seu livro

Agora que já conhece por alto as tipografias, revelamos-lhe quais são os nossos tipos de letra favoritos para a maquetização de um livro.

Garamond

Esta fonte vem instalada por defeito na maioria dos computadores e é a nossa favorita. Nos nossos livros utilizamos uma tipografia muito semelhante chamada Goudy. Fica aqui uma amostra em texto:

Tipos de letra

 

Palatino

É um clássico tipográfico, e, como tal, uma aposta segura. Tem este aspecto:

 

Tipos de letra

Bodoni

 

Este é um tipo de letra mais tradicional e temos a certeza que já o viu em várias publicações. O que acha?

Tipos de letra

Caslon

 

A letra Caslon resulta na perfeição para a maioria dos livros. Juntamente com a Garamond, é a nossa favorita: simples, clara e fácil de ler. Fica assim:

Tipos de letra

Que tamanho de fonte devo utilizar?

 

No momento de configurar o tamanho da fonte, deverá ter em conta dois parâmetros: o tamanho (medido em pontos) da fonte em questão e as entrelinhas – ou seja, o espaço que deixará entre as linhas do texto.

Recomendamos o uso de tamanhos de fonte compreendidos entre 11 e 13 para leitores adultos. A entrelinha pode estabelecer-se somando dois pontos ao tamanho da fonte que escolher – ou seja, se por exemplo editar o seu texto em Garamond 12, não se esqueça de marcar um espaçamento de 14 pontos. Alguns programas estabelecem uma entrelinha por defeito, em função de cada fonte, mas recomendamos-lhe que faça uma configuração manual.

Uma vez que o Word não é um programa de maquetização, poderá tornar-se complexa a configuração de alguns destes parâmetros, pelo que lhe recomendamos que use software como o Indesign ou o QuarkXpress.

Para se certificar de que está a seguir um processo adequado, repare na soma de caracteres que cabe em cada linha. Se o resultado for entre 50 e 70, está no bom caminho. Tenha em consideração que a soma dependerá do tipo de letra escolhido.

Descarregar tipografias e fontes gratuitas

As fontes apresentadas são as que costumam vir instaladas no seu computador. No entanto, se tal não se verificasse ou procurar alguma em específico, há sites onde pode fazer o download de grátis de fontes ou tipografias.

Recomendamos-lhe especificamente DaFont, um recurso gratuito muito útil para localizar qualquer tipo de letra que deseje.

Não se esqueça, porém, que algumas fontes estão sujeitas a licenças de uso e só estarão disponíveis para compra.

Esperamos que a leitura deste artigo tenha facilitado a escolha do tipo de letra para o seu livro. Se tiver alguma dúvida, esteja à vontade para partilhá-la connosco nos comentários. Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

He leído y acepto las políticas de privacidad