A EVOLUÇÃO DA ENFERMAGEM COMO PROFISSÃO E AS EXIGÊNCIAS DO SEU EXERCÍCIO NO BLOCO OPERATÓRIO

Comprar Acabamento em capa mole por 12,50€ Comprar eBook em PDF por 1,65€

Este trabalho centra-se, por um lado, na evolução daenfermagem como ciência e arte, bem como no desenvolvimento da estruturaçãosocial e deontológica, e nos fundamentos para uma enfermagem mais humana. Poroutro lado, implica naturalmente que se pense nas exigências que o exercício deenfermagem provoca na esfera relacional dos enfermeiros de bloco operatório,nomeadamente, quando passam a exercer a função de enfermeiro instrumentista.Os enfermeiros, ao assumirem esta outra função, parecemdistinguir-se dos demais enfermeiros. Sendo aquela uma função para a qual semobilizam conhecimentos essencialmente técnicos, a perda do sentido relacionaljamais pode acontecer, pois a Pessoaé o verdadeiro objeto dos seus cuidados. Podem exercer a tarefa deinstrumentação de forma exemplar sem deixarem de ser excelentes enfermeiros,basta para tal que não elevem os aspetos técnicos e os suportes tecnologicos aníveis de ideologia.Assim, no Capítulo 1, descreve-se todo um conjunto de factoshistóricos e de natureza profissional que descrevem a enfermagem e o seuobjeto de cuidar, a Pessoa. OCapítulo 2 refere-se, de uma forma geral, ao impacto que as tecnologias causamna área da saúde e os modelos que a enfermagem pode utilizar paraconsubstanciar a sua prática e de que forma esta é, ou não, benéfica para oscuidados que presta. No Capítulo 3 relata a problemática dos enfermeiros debloco operatório e das dificuldades que nota no relacionamento com o doente,nomeadamente para o enfermeiro instrumentista, quando tal nunca deveriaacontecer. No último Capítulo traça um conjunto de observações para as quais osenfermeiros de bloco operatório devem estar atentos, para as conseguirultrapassar, sem nunca perder a sua verdadeira natureza e a sua mais profundaessência: Cuidar de Pessoas.

Quero publicar um livro Ver mais livros