Os caminhos da Revolta em Cabo Verde e a cultura de resistência: as revoltas dos Engenhos (1822) e de Achada Falcão (1841)

Comprar eBook em PDF por 10€

Este trabalho tem como principalobjetivo fazer uma reflexão sobre duas revoltas dos rendeiros na Ilha deSantiago em Cabo Verde, entre os anos de 1822 a 1841. Propõe mostrar a especificidade das revoltasdos Engenhos (1822) e de Achada Falcão (1841), compreendendo além do panoramapolítico da metrópole, a importância das legislações sobre a terra, comoelementos condicionadores dessas revoltas que reinterpretadas no cotidianopelos rendeiros, perpetuaram uma cultura de resistência, identificada nosfestejos do batuco e da tabanca.Por outro lado, propõe demonstrarque, além das causas econômicas apontadas pela historiografia, as revoltasforam buscar sua inspiração nos rituais de representação praticados durante ocortejo da tabanca e nos festejos da batuco.

Quero publicar um livro Ver mais livros