DONA PETA - CONTO MINHA VIDA

Comprar Acabamento em capa mole por 8,60€ Comprar eBook em PDF por 0€

A vida vale sempre servivida e marido bom é marido morto.Dona Peta manteve umdiário pictórico desde que começou a desenhar para ocupar o tempo na cadeiaonde cumpria pena pela morte do marido.Editado pelo autor emLisboa, em 1999.Nascida algures no Nortede Portugal, adotada por uma família de Lisboa onde vive até ao casamentoquando emigra para o Brasil. No Rio de Janeiro começa a ser maltratada pelomarido, desempregado e entregue ao vício da bebida. Engorda devido a umdistúrbio glandular de origem nervosa. Quanto mais o marido lhe fazia raiva,mais ela engordava até que com um solavanco partiu a espinha ao homem. Naprisão faz amizade com uma professora de artes também condenada pela morte domarido e esta lhe ensina os segredos do desenho e da pintura. Começa a desenharcompulsivamente dando origem a um diário pictórico que sempre lhe acompanhou.Retorna a Lisboa e tenta a vida como prostituta e como empregada doméstica.Vive maritalmente com um aficionado do futebol, do fado e das noitadas até queeste foge para a França. Sozinha, começa a se interessar pelos problemas dosvizinhos e ajudá-los. Aos setenta e cinco anos de idade os seus desenhos sãotornados públicos em exposições em Portugal, França e Brasil.

Quero publicar um livro Ver mais livros