A Consciência, dupla função de camuflagem

Comprar Acabamento em capa mole por 15,09€ Comprar eBook em PDF por 15€

http://www.youtube.com/watch?v=nLVNVHscNN4&feature=shareO nível de potênciada consciência, está na representação e no significado da luz, do som, dasimagens vistas, em movimento ou estando estáticas, enquanto fenómenos reflexos associadosao labor mental e físico; a escuridão está ligada à noite, ao sono e ao descanso,enquanto intervalos mentais e físicos dos neurónios. E pouco mais,daquilo que se representa e tem significado sugestivo, na consciência(stéreo-consciência) poderemos alguma vez saber, seja de que forma e métodofôr. Consciência esta que, nunca existiu, nem existe, enquanto saber sabidoadquirido, ao contrário daquilo que é preconizado pelas noções de psicanálise.O nível de potênciade consciência é assim invariável de ser humano para outro ser humano. Por issotambém o considero impessoal, como sendo propriedade de todos, não sendopropriedade de ninguém em exclusivo. Quando acaba um ser, não se acaba essenível dessa consciência humana, em mais nenhum outro ser. Stéreo-consciênciaé um híper-reflexo e um labor mental de mega-recordação, ou stéreo-recordação, auto-percebidointenso e contínuo de “si” disparados do seu interior (neurónios-espelho),enquanto reacção; emitido e distribuído enquanto aparelho stéreo; e recebido,enquanto alvo, no mesmo sítio (ultra-neurónios). A stéreo-consciênciaé um forte sentimento interior que quer ser só “um”; e é “um todos” os fracossentimentos que se agitam para terem uma expressão, que só pode ser interior nesse“um”. Astéreo-consciência, é assim um fenómeno transcendente de dupla funçãocamuflada, na forma como é pressentido, na sua expressão exterior, por outrem;porque não é possível saber aquilo que de realidade lhe corresponde, nem aquiloque exacta e virtualmente representa, no decorrer ou após-função realizada. O disparo dos ultra-neurónios filosóficoscorrige o funcionamento dos neurónios-espelho básicos permanentemente. Obig-brain é o processo mental que dá origem a um disparo, que consiste naaproximação dum resultado máximo de conjugação máxima dos diversosfuncionamentos mentais possíveis desses ultra-neurónios filosóficos, sobretodos os neurónios-espelho básicos ou mais evoluídos, numa superação virtual ereal para além do funcionamento habitual destes últimos.Este disparo articula osfuncionamentos e articula-se com a stereo-consciência, a qual se converte numasegunda consequência do processo big-brain nos ultra-neurónios.O big-brain, é assim uma transformaçãoduma das funções dos ultra-neurónios, numa unidade intelectual e mentalavançada. Eu ( uneu),aparelho e alvo de disparos mentais nos neurónios Os ultra-neurónios, sujeitos ao big-brain sãouma unidade mental e

Quero publicar um livro Ver mais livros