Com prazer

Comprar Acabamento em capa mole por 8,42€ Comprar eBook em PDF por 1€

Minha históriaA primeira coisa que me contaram, foi a maneira como olhei para o belo par de peitos da enfermeira. Foi o meu primeiro contato com o mundo externo. Um mundo de múltiplas possibilidades, apesar de acreditar que eu não sabia exatamente o que eu estava pensando ou vendo. Ou quem sabe apenas esqueci. O tempo passou e fui crescendo. Na primeira série, lembro que adorava derrubar tudo no chão para ter um motivo. Encurvava-me e olhava a calcinha da colega sentada na cadeira de trás, um grande mistério. Elas tinham algo que chamava a atenção. Fui crescendo, e um dia resolvi inventar uma brincadeira com duas amiguinhas. Na brincadeira de papai e mamãe, eu e uma das meninas ficávamos nus enquanto a outra cuidava pra ver se ninguém vinha. Não sei porquê, mas achávamos que estávamos fazendo algo errado. Era incrível aquela pequena racha meio gordinha por onde ela fazia xixi, diferente do que eu tinha. Eu a tocava enquanto ela me tocava. Tudo na maior curiosidade e simplicidade, sem pelos e branquinha. Dava uma sensação agradável aqueles toques e ficar juntinho sem roupas. Depois na adolescência tive que pular algumas janelas fugindo dos parentes de minhas amigas que não entendiam que eu gostava daquela brincadeira. Arranjei algumas brigas, fui proibido de frequentar algumas casas, em alguns casos até a polícia foi cogitada de ser chamada. As meninas foram crescendo e criando pelinhos naquela região. Daí surgiu um problema, algumas começaram a depilar, outras deixavam crescer, e os corpos iam ficando diferentes, mas isto apenas aumentava o meu interesse pela anatomia feminina. Acho que queria ser médico nesta época.

Quero publicar um livro Ver mais livros