Procurar na Bubok

O solicitador e a sua relação com o cliente

Impostos e envio não incluídos
  • Autor: Maria Nascimento Cunha
  • Estado: Público
  • Nº de páginas: 30
  • Tamanho: 210x297
  • Miolo: Preto e branco
  • Paginação: Agrafado
  • Acabamento da capa: Brilho
  • Downloads: 1
Ver ficha técnica completa
Ter laços profissionais fortes com os clientes é de suma importância para qualquer profissional, afinal, são esses laços que abrem portas para um melhor networking, e consequentemente, mais projetos e trabalho.

Neste sentido devemos seguir alguns pontos de base como entender o nosso cliente e fazer aquilo que ele precisa. Apaixonar-se por algumas causas, e querer fazer um trabalho fantástico, faz parte da paixão do solicitador pelas leis, mas também da sua dedicação ao cliente.

Manter uma relação ética e profissional com os clientes é a pedra basilar do trabalho do solicitador e esta talvez seja uma das coisas mais complicadas em qualquer profissão. Diz-se isso porque todas as relações são delicadas e a mínima lacuna pode criar um conflito irreversível. Por isso é tão importante a forma como o solicitador se relaciona profissionalmente com os clientes. Quem trabalha como freelancer ou tem um escritório, sabe que sempre que um parente ou amigo próximo pede um trabalho, é mais complicado cobrar um valor justo pelo mesmo, além de que os laços de amizade e a proximidade maior podem dificultar o andamento do projeto. NO entanto, é necessário perceber a parte ética e a não ética da situação. Quando a relação com o cliente é muito grande, muitas vezes pode ser melhor não aceitar o projeto, uma vez que misturar relações pessoais com profissionais pode acabar acarretando desavenças.

Também é interessante manter uma relação profissional com os demais clientes, ou seja, manter contato com todos os clientes, mesmo depois de terminado o serviço ou a causa, mas será sempre preferencial não criar laços que vão além do profissional (fazer grandes amizades com clientes pode não ser uma boa ideia).

Manter uma relação ética com todos os seus clientes facilita e acrescenta laços de confiança, cada dia mais importantes no mercado de trabalho. A confiança do cliente em uma empresa, ou profissional, não se constrói da noite para o dia, mas perde se facilmente. Por isso, devemos evitar a todo o custo cometer faltas éticas e sempre falar a verdade. Mentiras no ambiente corporativo não só corroem a confiança e credibilidade como também podem acarretar punições legais.
...[ler mais]
Não existem comentários sobre este livro Registe-se para comentar este livro