Procurar na Bubok

Dramaturgia, o texto que nasce do corpo: relações entre escrita e oralidade na construção do texto teatral

Disponível em:
Impostos não incluídos
  • Autor: Patrícia dos Santos Silveira
  • Estado: Público
  • Nº de páginas: 310
  • ISBN eBook em PDF: 978-84-685-0118-5
Ver ficha técnica completa

O presente trabalho discute a relação entre escrita e oralidade na criação de dramaturgia. Analisa as características específicas de cada modo de utilizar a linguagem verbal, questionando os paradigmas estabelecidos nas formas de entender o texto teatral. Para isso, questiona o tratamento dado às criações orais dos atores em situações nas quais não contam com um texto escrito em sua origem para a construção do texto verbal. Entende que a escrita constitui uma forma de tecnologia para construção textual surgida ao longo da história e que, nesse sentido, não dá conta da totalidade da experiência com a linguagem verbal em sua totalidade. O objetivo é recolocar a criação oral do ator sob outro ponto de vista, entendendo suas características a partir da discussão sobre a oralidade e colaborar, desse modo, para uma melhor utilização desse recurso em processos que o utilizem para a construção do texto final ou texto espetacular. Os principais teóricos utilizados foram Walter Ong, que estuda as relações paradigmáticas entre escrita e oralidade, as quais, segundo ele, representam formas mentais e culturais distintas de relacionar-se com a linguagem verbal, o que conduz a procedimentos de criação verbal e características específicas para cada forma de textualidade; e Paul Zumthor, o qual reflete sobre essas diferenças no campo da arte, entendendo que a criação essencialmente oral pressupõe construção verbal e performance vocal na mesma instância de criação, dando-se, no caso da improvisação, no mesmo tempo e espaço da performance. A metodologia utilizada foi o levantamento e análise de fontes bibliográficas sobre escrita, oralidade e o texto no teatro, o acompanhamento dos ensaios e realização de entrevistas com um grupo teatral que baseia seu processo de construção de dramaturgia na improvisação do ator (Grupo teatral UTA – Usina do Trabalho do Ator, da cidade de Porto Alegre); e descrição e análise de exercícios de improvisação, desenvolvidos numa experiência prática realizada durante a pesquisa, para a construção de dramaturgia. A partir dos dados observados e da prática desenvolvida, inicialmente, foi possível perceber que a escrita e a oralidade possuem formas distintas de serem experienciadas e produzidas pelo ator, o que reflete em certas diferenças na construção do texto teatral. Essas diferenças, mais do que determinarem resultados, referem-se a aspectos do processo de construção do texto verbal, modo como ele pode ser contextualizado e, consequentemente, experienciado enquanto obra teatral. Contudo, essas questões ainda não são completamente reconhecidas pela teoria do texto teatral, a qual oferece um entendimento sobre o signo linguístico no teatro como algo essencialmente ligado ao fenômeno da escrita. Além disso, foi visto que uma dramaturgia criada oralmente, sem a utilização da escrita enquanto técnica de composição textual, tende a colocar corpo e palavra como suportes um do outro, construindo uma unidade criativa para o ator. Esta criação verbal parte de uma relação sígnica constituída de todos os elementos teatrais envolvidos na elaboração cênica e, por isso, apenas nesse contexto pode assumir valor estético e formal de obra teatral. O reconhecimento das características e das diferenças entre escrita e oralidade na elaboração do texto de teatro pode orientar novas buscas para a construção de dramaturgia a partir do trabalho do ator, assim como trazer novas luzes ao papel do signo linguístico no evento teatral, amparando-se, para isso, na problematização e na criação de novos olhares sobre a relação entre corpo e palavra.

...[ler mais]
Não existem comentários sobre este livro Registe-se para comentar este livro
Outros livros que lhe podem interessar

A livraria Bubok possui mais de 70.000 títulos publicados. Ainda não encontrou o seu? Apresentamos-lhe algumas leituras recomendadas baseando-nos nas opiniões dos leitores que compraram este livro. Não é o que procurava? Descubra toda a nossa selecção na livraria: ebooks, publicações em papel, downloads gratuitos, temáticas especializadas... Felizes leituras!

A Bubok é uma editora que oferece a qualquer autor as ferramentas e serviços necessários para editar as suas obras, publicá-las e vendê-las em mais de sete países, tanto em formato digital como em papel, com tiragens desde um exemplar. Os acordos da Bubok permitem vender este catálogo em centenas de plataformas digitais e livrarias físicas.
Se quer descobrir as possibilidades de edição e publicação para o seu livro, entre em contacto connosco através deste formulário e começamos a trabalhar com o seu projecto.