Procurar na Bubok

Atracção, Paixão e Amor

EUR 3
Quantidade
+
Adicionar ao carrinho de compra
Iniciar compra
Pagamento disponível com Amazon Pay, cartão, Payoal, Mbway, transferência e ordem de pagamento
detalhes do produto:
  • Autor: Domingos Amâncio Sassamba
  • Estado: Público
  • Nº de páginas: 86
  • Última atualização: 29/04/2021

Atração, Paixão e Amor são três fenómenos

psíquicos que a humanidade os desenvolve e vive durante

os longos tempos de vida. Pois, para uma parte da

humanidade torna-se: (saudável, útil e agradável); todavia,

para outra parte, torna-se: (inferno, amargo e indesejável).

Dentro da abordagem desta obra, escrita por mim,

convoca alguns autores que vêm a dar sustento com as

suas belíssimas definições as quais ajudam tornar

compreensíveis os três sentimentos acima detalhados

como “fenómenos psíquicos”. Portanto, irei desenvolver

um pouco sobre os mesmos temas, focando-me em

detalhar: como a humanidade os desenvolve e vive; quais

as características são manifestadas, e como administrá-los.

Uma pergunta voltada a mim e que não se calou por

muita gente foi a seguinte: Por que escrever um livro que

desenvolve estes três sentimentos (Atração, Paixão e

Amor)? Certamente, é uma questão muito interessante, e

vale a pena eu ir ao encontro de sua resposta. Portanto, eu

decidi ir a fundo das minhas investigações para explicar e

descrever a resposta desta pergunta que sempre foi

sondando na minha consciência, e cravou no meu

subconsciente.

Apraz-me a dizer que me dediquei a dar contributo na

explicação e descrição destes três fenómenos psíquicos,

por causa da realidade que a humanidade vive, porquanto,

nela não estou de fora. Pois, durante longo percurso, eu

comecei a trabalhar no Ministério da Educação, e pela

imensa empatia que eu tive com os meus alunos nas

minhas salas de aulas: cada dia que passasse, acabava me

tornando um “consultor psíquico de sentimentos” que para

mim foi muito importante e satisfatório. Porque procurava

tentar ajudar os meus alunos. Com o passar do tempo,

acabei me interessando mais em querer investigar sobre os

mesmos sentimentos. Constantemente, os meus alunos, na

sua maioria menina, questionavam-me acerca dos

sentimentos manifestados por eles, sobretudo aos

adolescentes que para eles passou a ser mesmo uma

curiosa novidade sempre que experimentasse um daqueles

sentimentos (atração) pela primeira vez. Na verdade, eles

queriam saber mais a respeito do mesmo e, incrivelmente,

até se esqueciam voluntariamente do recreio, de maneira a

priorizar, ou seja, substituí-lo por um novo aprendizado

extra. Algo muito interessante, e ainda me lembro de que

uma das minhas alunas, uma vez, numa das minhas aulas,

ao conversar comigo, resumiu para mim o seguinte: “a

atracção é apenas um sentimento confuso”. Pois, essas

palavras expostas por ela encheu-me de sorriso no interior.

Porque pela idade que ela tinha estava certa, dizendo

aquilo, e ela nem tinha ainda noção como funciona esse

sentimento. Semanas após semanas foram passando. Certo

dia, ela vinha dizendo: professor, sinto algo por alguém, a

outra semana, já não sinto nada por esse alguém. Daí, ela

resume, era apenas sentimento confuso. E nesse parecer

dela, mostrava-me que a maioria dos adolescentes que me

apresentavam essa questão, de forma resumida, era mesmo

apenas um sentimento confuso, por que muitos deles em

menos de um ano acabavam por conhecer vários meninos

e, sem ter noção, afirmavam: "este é o amor da minha

vida", porém, bastava passar algumas semanas, lá vinham

elas reafirmar: "agora descobri bem, este não é o amor da

minha vida". Esses foram os pareceres dos adolescentes

que viviam esse sentimento “atracção”.

Na verdade, eu não só tinha estudantes adolescentes,

mas como também, jovens: que alimentavam sentimento

“atração” e, incluindo também, a paixão. O que se via é

que muitos deles também acabavam por viver sem êxitos

nessa realidade de sentimentos. Alguns deles costumavam

a ter comigo e me contavam de como tudo (se passava e

como funcionava isso). Pois, para muitos deles, esses

sentimentos, eram: ruína, muita dor, e que era difícil de se

esquecer. No entanto, nalgumas vezes, na parte de muitos

deles, surgia imensos arrependimentos, por causa de ter se

apaixonado por alguém que não lhe apresentasse a mesma

correspondência em termos de sentimentos um para com o

outro. Às vezes, uma parte era altamente apaixonada pela

outra, todavia, a outra apenas mostrava atracção por outra

parte, neste caso, numa relação e, no entanto, causava uma

autêntica discrepância. Logo, isso resultava em dores e

pensamentos de terminar tudo, porque no princípio estava

tudo bem, mas agora tudo estragou, até parece que eu não

fui feito para ele/a: diziam ambas as partes.

De outro modo, outras partes, tudo fracassava por

causa de brigas, falta de diálogo e se deixar influenciar a

atração numa outra pessoa, embora tivesse já um

compromisso de namoro, daí, a atração é alimentada, e

começava a crescer cada dia que passasse ao ver essa outra

pessoa.

Ao desenvolver sobre o motivo que me levou a

escrever esta obra, o parecer dos (adolescentes e Jovens)

não foram ao encontro da descrição do amor. Porém,

muitos deles afirmavam da seguinte maneira: "eu amo-o

tanto quanto ele me ama". Mas, na verdade, será que é

mesmo amor os quais sentiam um do outro? Por isso, eu

preferi excepcionar o amor, de maneira que, ao desenrolar

o conteúdo central desta obra, você possa avaliar

cautelosamente se o que eles sentiam e o que tem sentido

nesta fase da adolescência e juventude em alguns é, ou

seja, era mesmo amor ou apenas excesso de atração

resultando assim, consequentemente, em paixão.

Certamente, na fase juvenil, há presença configurada de

sentimento amor pelo parceiro, todavia, esse sentimento é

imensamente raro na relação amorosa de certos jovens.

Houve dois grandes problemas que me deixaram tão

curioso para investigar mais sobre esses sentimentos e

arranjar uma solução, de modo ajudar as pessoas que

vivem dessas realidades, e não têm como encontrar a

verdadeira benção, doçura, prazer; e alegria da atracção,

paixão e amor.

...[ler mais]
Não existem comentários sobre este livro Registe-se para comentar este livro
Outros livros que lhe podem interessar

A livraria Bubok possui mais de 70.000 títulos publicados. Ainda não encontrou o seu? Apresentamos-lhe algumas leituras recomendadas baseando-nos nas opiniões dos leitores que compraram este livro. Não é o que procurava? Descubra toda a nossa selecção na livraria: ebooks, publicações em papel, downloads gratuitos, temáticas especializadas... Felizes leituras!

A Bubok é uma editora que oferece a qualquer autor as ferramentas e serviços necessários para editar as suas obras, publicá-las e vendê-las em mais de sete países, tanto em formato digital como em papel, com tiragens desde um exemplar. Os acordos da Bubok permitem vender este catálogo em centenas de plataformas digitais e livrarias físicas.
Se quer descobrir as possibilidades de edição e publicação para o seu livro, entre em contacto connosco através deste formulário e começamos a trabalhar com o seu projecto.

No caso de precisar de ajuda, entre em contato comigo, eu o/a atenderei instantaneamente
ABRA UM CHAT INSTANTÂNEO SE PRECISA DE AJUDA


Quer informação sobre como publicar a sua obra? Indique-nos o seu telefone e ligamos-lhe sem qualquer compromisso.

Inserir o nome

Inserir o telefone

Inserir o E-mail

Inserir um e-mail válido.

Escolha o estado do manuscrito.

Deve validar que não é um robô.

Obrigado por contactar com a Bubok, a sua mensagem foi enviada com sucesso. Um responsável do nosso departamento de apoio ao cliente entrará em contacto consigo com a maior brevidade possível.
Enviar