Calendario 17 / Janeiro / 2018 Cantidad de comentario Sem comentários
Como escrever um livro e publicá-lo – conselhos práticos

 

Escrever um livro e tê-lo pronto a publicar é uma tarefa que pode ocupar semanas, meses, ou até anos. “Quero escrever um livro mas nem sei por onde começar” é um receio comum entre aqueles que têm uma história por contar e enfrentam pela primeira vez a página em branco.

Sugerimos-lhe os seguintes conselhos práticos para o ajudar a escrever um livro:

1.Organize-se

Tem uma ideia, está decidido a começar, mas não sabe como escrever. Efectivamente: precisa, em primeiro lugar, de estruturar um plano. Deverá constar de duas partes: por um lado, delinear a estrutura da obra, e por outro, um calendário de trabalho.
Quanto à estrutura da obra, invista tempo na preparação de uma escaleta. Alguma vez ouviu falar deste sistema? A escaleta permite-lhe organizar minuciosamente o conteúdo do livro antes da escrita. Neste post contamos-lhe como a pode desenvolver para lhe poder tirar o maior proveito.
Adicionalmente, fixe uma data-limite para publicar o seu livro e partilhe-a com alguém da sua confiança. Deste modo, sentirá um compromisso para avançar.

 

Todos os eventos relacionados com a escrita do seu livro deverão estar condicionados por esse prazo. É necessário que defina os seguintes objectivos:

• Finalização do guião (ou escaleta)
• Documentação ou pesquisa sobre os assuntos abordados no livro
• Data para o primeiro rascunho
• Período de repouso, para se distanciar do que foi escrito e poder rever com outro olhar
• Correcção e segundo rascunho

2. Disciplina

Reserve um momento do dia para dedicá-lo exclusivamente à escrita. Para além disso, estabeleça uma meta diária de palavras escritas e cumpra-a. Se a sua agenda estiver sobrecarregada e escrever todos os dias lhe for impossível, escolha três dias por semana nos quais possa dedicar pelo menos trinta minutos de tempo livre. O que importa é que distribua o trabalho de forma a cumprir os seus prazos-limite.
Em qualquer caso, seja realista: não estabeleça metas acima das suas possibilidades. Recomendamos-lhe este artigo sobre como ser constante na escrita, que o ajudará a criar um hábito sem sacrificar a sua sanidade mental.

3.Crie uma boa base documental

O que escreve não tem de ser verdadeiro, mas é necessário pesquisar para certificar-se que a história se ajusta à época que refere, ou pelo menos mantém uma certa coerência. Verifique sempre a correcção dos seus dados. Se o seu livro for um ensaio, o processo de documentação é especialmente relevante, e o livro deverá fazer-se acompanhar de boas referências bibliográficas. Tome sempre nota das suas fontes para recorrer a elas em caso de dúvida.
No campo da ficção, recomendamos-lhe este artigo sobre como descrever locais nos quais nunca esteve. Esta prática pode aplicar-se sempre que seja necessário abordar temáticas que não lhe sejam próximas.

4.Tenha atenção aos estereótipos

Se o seu livro repete todos os estereótipos de um género e não é uma paródia ao mesmo (como no Dom Quijoxe), poderá ter um problema. Diferencie-se do que já está publicado e procure modos de tornar únicos os seus personagens e a sua narrativa. Tente criar uma voz própria e não transforme o seu livro numa réplica tosca do que já existe no mercado literário. Pense que o seu livro diz muito sobre si.

5. Zero distracções

À hora de escrever, escolha um local onde esteja calmo e sem distracções. Apague o telefone, não se ligue à internet, não tenha a televisão ligada. A sua atenção deve estar 100% concentrada no que está a fazer: escrever.
Temos consciência de que o mundo actual se move a uma velocidade frenética, mas é essencial encontrar momentos como estes para poder desenvolver o seu trabalho.

6.Ler é imprescindível

A leitura incrementa a sua habilidade como escritor e deve fazer parte da sua rotina diária, uma vez que o ajuda a compreender os diversos estilos de escrita. Um escritor deve andar sempre munido de um bloco de notas, já que as ideias surgem em qualquer momento e convém não as deixar escapar. Mas atenção: nem todas as leituras servem. Neste artigo contamos-lhe o que deve ler antes e depois de escrever. O objetivo é, naturalmente, facilitar-lhe a tarefa de redação do livro.

7.Melhore o seu estilo narrativo

Apoie-se em algum livro de estilo ou inscreva-se num curso para melhorar a sua técnica e estilo narrativo. Há muitas escolas privadas e universidades que oferecem cursos presenciais ou online, para que possa aperfeiçoar os aspetos formais da escrita.

8.Deixe repousar o conteúdo

Quando chegar ao fim do manuscrito e tiver polido os pormenores, deixe-o repousar uns quinze dias. Passado este tempo, volte a lê-lo. Ao deixar os textos de parte por uns dias, reparará com maior clareza do que quando acabou de passar por uma “overdose” de escrita.

9.Peça opinião

Aos seus familiares e amigos. Ou a alguém da sua confiança, de modo a expor a obra num estádio pré-publicação.
Logo que o seu manuscrito esteja pronto, pode iniciar a publicação do livro.

Boa publicação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

He leído y acepto las políticas de privacidad